Olá a todos,Algumas reflexões que faço a partir do assunto da aula. Só para me posicionar, sou matem



  • Olá a todos,

    Algumas reflexões que faço a partir do assunto da aula. Só para me posicionar, sou matemático, e conheço um pouco do conceito de Fibonacci. Inclusive existe um filme bem antigo da Wall Disney, "Donald no país da Matemágica", que trata do assunto. Quando se falava em aplicações da Matemática em sala de aula, antigamente era uma coisa que sempre era citada, que ao meu ver, não tenho certeza se era adequada. Existia muito de querer colocar aplicações da Matemática até onde não existia, só para se falar que a matemática tinha aplicação. Nunca li nada a respeito, mas tenho minhas dúvidas se o número de ouro é tão encontrado assim como era se falado. Só li que era encontrado aqui e ali, mas nunca li uma pesquisa séria sobre tal.  Um vez li sobre uma experiência de com palitos de fósforos que encontrava o número pi (que nada tem haver com o seu conceito). Hoje, no ensino da Matemática muita coisa mudou, e existe uma linha de pesquisa que se chama Modelagem Matemática que trabalha com aplicações da Matemática em situações reais, direcionadas a estudantes de todos s níveis de ensino. Porque estou falando tudo isso? Eu tenho uma hipótese, que talvez essas linhas baseadas em Fibonacci funcionem mais por causa da psicologia do mercado do que pela teoria em si. Sou iniciante nesse campo, e hoje aprendi a colocar o book de ofertas no gráfico do profit chart e observei que as pessoas colocavam ordem de compra e venda em pontos de suporte/resistência do gráfico. Isso tem relação com a psicologia do mercado e ao meu ver é uma tática com certo risco, pois, linhas de Fibonacci, topos e fundos podem funcionar como suporte/resistência, ou não. Ok, se a porcentagem em que eles funcionam é maior do que a porcentagem de que eles não funcionam, vamos ganhar dinheiro, mas caso contrário, não. Eu não tenho conhecimento suficiente para responder isso agora. Ainda tenho comigo que topos e fundo foram criados para serem quebrados (embra funcionem muitas vezes). Eu li em algum lugar que a teoria da análise técnica foi desenvolvida para time frame de um dia, isso é verdade? Se for, tenho minhas dúvidas, porque se a teoria de Eliot estiver correta, esse estudo vai funcionar muito bem em gráficos de tempos menores, como por exemplo em gráfico de 1 minuto. Agora, se a comparação entre esses time frames forem mais parecidos com a Física Clássica e a Física Quântica, isso não vai funcionar muito bem. Desde já, gostaria de agradecer pela atenção dada e pelos conceitos trabalhados no curso.

    OBS: A dificuldade que tenho é traçar a retração e projeção de Fibonacci no gráfico. Com o gráfico passado, até consigo fazer alguma coisa, mas utilizar para a formação do gráfico em tempo real, não sei como devo fazer. Isso será tratado no curso?

    Um abraço,

     

    Jeferson Perez



  • Para você que é matemático ficará mais fácil ainda de entender como tirar dinheiro do mercado (eu não disse COMPREENDER o mercado, mas como tirar dinheiro dele que, no final das contas, é isso o que você está buscando.

    O que você vê no  gráfico é o resultado da força resultante de todos os vetores (o que sobrou depois que todo mundo comprou e vendeu). Mas como você não tem nehum controle sobre o que cada um fará, só lhe restará observar a resultante disso tudo (que é o movimento do gráfico) que mostrará uma tendência.

    Sendo assim, você pode olhar o mercado como um evento randômico que, como você viu na faculdade, está sujeito à uma distribuição normal (curva de gauss). Então, suas chances probabilísticas são de 50%.

    Você usa a análise gráfica apenas para aumentar um pouco suas chances, o que facilita as coisas.

    O segredo disso está no gerenciamento. Com um bom gerenciamento de risco x retorno e uma cuidadosa gestão do seu capital, você pode tirar dinheiro do mercado até mesmo jogando cara e coroa ((fça um backtest - coloque o gráfico de uma Ação no semanal, compre quando der cara, venda quando der coroa. Depois, pegue seus resultados e limite suas perdas a, por exemplo, 3,5% - vc terá um sistema vencedor). Claro que você não irá operar assim, mas este exemplo é apenas para mostrar um princípio - o de que o mais importante é o gerenciamento.

    Agora você faz o seguinte. Escolha um (01) ativo e escolha um (01) úncio setup. Passe um (01) mês inteiro operando somente aquele ativo naquele setup e anote os resultados (anote também  quando você desobedeceu o seu sistema de entrada e saida). Se fizer isso com absoluto rigor, terá entendido como é que se tira dinheiro do mercado.

    Quanto a Fibonacci, ele é só uma reguiinha pra ajudar. Digamos que o preço faz uma perna de alta. Quando o preço começar a voltar, você põe uma retração de Fibonacci no gráfico - o preço deve voltar entre 38,2% e 61,8% (sendo este último o nível mais confiável). Se nesse ponto ele fizer um candle de reversão, você tem uma entrada.

    Mas se o preço fez uma perna de alta, desceu só um pouquinho, mal atingindo o nível de 38,2% e volta a subir, continue observando e retrace o fibonacci quando o preço fizer um pullback mais decente.

     



  • Para você que é matemático ficará mais fácil ainda de entender como tirar dinheiro do mercado (eu não disse COMPREENDER o mercado, mas como tirar dinheiro dele que, no final das contas, é isso o que você está buscando.

    O que você vê no  gráfico é o resultado da força resultante de todos os vetores (o que sobrou depois que todo mundo comprou e vendeu). Mas como você não tem nehum controle sobre o que cada um fará, só lhe restará observar a resultante disso tudo (que é o movimento do gráfico) que mostrará uma tendência.

    Sendo assim, você pode olhar o mercado como um evento randômico que, como você viu na faculdade, está sujeito à uma distribuição normal (curva de gauss). Então, suas chances probabilísticas são de 50%.

    Você usa a análise gráfica apenas para aumentar um pouco suas chances, o que facilita as coisas.

    O segredo disso está no gerenciamento. Com um bom gerenciamento de risco x retorno e uma cuidadosa gestão do seu capital, você pode tirar dinheiro do mercado até mesmo jogando cara e coroa ((fça um backtest - coloque o gráfico de uma Ação no semanal, compre quando der cara, venda quando der coroa. Depois, pegue seus resultados e limite suas perdas a, por exemplo, 3,5% - vc terá um sistema vencedor). Claro que você não irá operar assim, mas este exemplo é apenas para mostrar um princípio - o de que o mais importante é o gerenciamento.

    Agora você faz o seguinte. Escolha um (01) ativo e escolha um (01) úncio setup. Passe um (01) mês inteiro operando somente aquele ativo naquele setup e anote os resultados (anote também  quando você desobedeceu o seu sistema de entrada e saida). Se fizer isso com absoluto rigor, terá entendido como é que se tira dinheiro do mercado.

    Quanto a Fibonacci, ele é só uma reguiinha pra ajudar. Digamos que o preço faz uma perna de alta. Quando o preço começar a voltar, você põe uma retração de Fibonacci no gráfico - o preço deve voltar entre 38,2% e 61,8% (sendo este último o nível mais confiável). Se nesse ponto ele fizer um candle de reversão, você tem uma entrada.

    Mas se o preço fez uma perna de alta, desceu só um pouquinho, mal atingindo o nível de 38,2% e volta a subir, continue observando e retrace o fibonacci quando o preço fizer um pullback mais decente.

     




O Portal do Trader não se responsabiliza pelas informações e opiniões veiculadas neste fórum, sendo elas de autoria individual de cada participante. Vale ainda ressaltar que investimentos em mercado de renda variável possuem riscos, ganhos passados não garantem ganhos futuros, e a decisão final e responsabilidade sobre cada operação é de cada investidor, devendo ser tomada individualmente.
© 2018 Portal do Trader. Todos os direitos reservados.