Análise Fundamentalista



  • Boa tarde pessoal

    Encontrei um artigo muito bom sobre análise fundamentalista e gostaria de compartilhar...



  • http://forexclube.com.br/analise-fundamentalista/



  • Caro colega de Portal do Trader, Juan Trader e demais colegas boa noite. Gostei do seu link sobre análise fundamentalista, traz conceitos importantes.

    Eu parto do seguinte pressuposto utilizar sempre análise fundamentalista, pois é investimento de verdade, ou seja, você realmente adquire ativos, realmente se tornar dono, proprietário nem que seja por dias ou semanas, mas investir por fundamentos é investir de verdade como diria Warren Buffet.

    Digo isto porque eu uso muito análise técnica, mas sob o ponto de vista de simplesmente comprar e vender em minutos, horas, dias ou até semanas, única e exclusivamente pensando no ganho de capital, ou seja, pensando na diferença de preços - comprar barato e vender caro - eu gosto mais de investir pensando no acúmulo de capital seja exatamente pelo ganho de capital (aumento de preço), mas também e principalmente pela posse/propriedade do ativo que dá como retorno dividendos, juros sobre o capital, por exemplo.

    Então o que estou tentando dizer é que ao priorizar o investimento por fundamentos a busca principal é por criação de valor, é valor adicionado, valor agregado e não unicamente a busca de ganho de capital na diferença de preços, arbitragem de preço (comprar barato e vender caro) mesmo que seja por segundos (scalper trader), minutos (tape reading).

    Ambas as fortes são possíveis de se ganhar dinheiro, mas para fins de acúmulo de capital, de formação de patrimônio, penso mais na análise fundamentalista e gestão de carteira, do que fazer vários trades em mercado futuro (índice, dólar, commodities, milho, boi, etc). 

    Então eu aproveitei e abri um novo tópico para discutir e debater sobre análise fundamentalista.

    Bons negócios. Atenciosamente.



  • Perfeito, @Miniontrader

    É exatamente como penso. A compra de ações com o intuito de acúmulo de patrimônio - diferente de "ganho de capital". Eu parto do princípio de que dinheiro não é patrimônio. Na verdade, é. Mas é patrimônio líquido. Dinheiro COMPRA patrimônio. Então, na minha humilde opinião, um bom patrimônio é o que vai te gerar renda passiva, no futuro. Eu gosto muito de usar imóvel como exemplo. Você compra um apartamento e, certamente, se ficar ligando todos os dias, 20 vezes por dia, para saber a quanto o apartamento está cotado, no segundo dia, a corretora de imóveis não te atenderá mais. (rsrsrsrsrs). É possível fazer trade com imóveis? Claro que sim! Tem gente especialista nisso. Mas, é preciso um GRANDE conhecimento no setor, a fim de buscar, identificar e negociar as boas oportunidades de comprar um imóvel que está "abaixo do seu valor justo" e esperar o momento certo para vendê-lo "acima do seu valor justo". 

    Mas afinal, o que é "valor justo"? Essa é uma pergunta de difícil resposta, pois parte de pressupostos absolutamente subjetivos. Mas, entra nessa equação uma variável que deveria ser considerada "desprezível" (a exemplo da resistência do ar, nos problemas de física da escola) que é o medo de ficar sozinho. Há no Ser Humano, um temor mortal de se sentir "de fora". "Cara, tá todo mundo ganhando dinheiro, menos você". Ou então, numa hipótese ruim, temos o famoso "muita gente perdeu junto comigo. Tem gente que perdeu muito mais"... Não resolve o problema, mas serve de consolo. (será mesmo?)

    Isso faz com que as pessoas (e o próprio mercado em si) criem uma espécie de "consenso" e que provoca o efeito manada. Afinal, devo acompanhar o consenso (manada)? Ou devo ir contra ela? Nem um, nem outro. Você simplesmente fica de fora, bem longe dos consensos e das manadas e vai buscar os seus próprios critérios de avaliação. Isso faz com que a pergunta inicial se torne mais fácil de ser respondida: o que é justo pra mim? Se eu fosse comprar o imóvel para meu próprio uso, o que exigiria nele? Localização? Vagas de garagem? Área de lazer? Número de quartos? Metragem? Há uma série de fatores que você pode "pesar" e ponderar o que é mais importante, ou seja, criar uma escala de prioridades nos critérios. Não tem nada de errado você consultar um especialista no ramo, até para saber se um apartamento de 4 quartos com piscina tem mais procura, especialmente se o seu objetivo é alugar o imóvel para gerar renda passiva. Mas a decisão final tem que ser sempre sua. Afinal, é você quem vai desembolsar um alto valor para adquirir o imóvel. Enfim, o que tem valor pra mim, pode não ter nenhum sentido pra outras pessoas e vice-versa. Há os que preferem viver num condomínio com todos os luxos disponíveis, mesmo que isso lhe exija morar longe do local de trabalho e o faça pegar engarrafamentos diariamente. E há os que preferem morar num quarto/sala mais modesto, desde que possam ir a pé para o trabalho. Tudo vai depender do preço que cada um está disposto a pagar. 

    Nós, meras sardinhas do mercado, deveríamos permear nossas análises de empresa com esses parâmetros pessoais. Vai investir? Procure conhecer o modelo de negócios da empresa, ou seja, a forma como ela ganha dinheiro. Pergunte-se: "se eu fosse abrir um negócio próprio, seria como o dessa empresa?" Se a resposta for "sim", separe uma pequena quantia e compre algumas ações e vá estudando a empresa. É importante procurar entender o setor no qual a empresa está inserida, entender as características gerais do modelo de negócios, ou seja, a empresa trabalha alavancada? Quais são as margens do setor? A empresa tem vantagens competitivas em relação às concorrentes? Como é o free-float? As ações têm liquidez? A empresa tem boa governança corporativa? 

    Mais uma vez, cada investidor deve criar e refinar seus próprios critérios de avaliação, a fim de tomar uma decisão mais consciente de onde investir o dinheiro. De novo, não tem nada de errado em consultar relatórios de analistas e ouvir a opinião de quem conhece o mercado bem mais a fundo. Mas a decisão final tem que ser tomada baseada em suas próprias conclusões e não apenas baseada na indicação de uma casa de análise. 

    Trade? Adoro! Mas tenho duas premissas: 
    1) Não faço trade com ações que estão na minha carteira;
    2) Foco exclusivamente nos critérios gráficos e evito misturar preço com fundamentos. Normalmente, acaba em rolo... 



  • @MuriloBarquette

    Exatamente Murilo Barquete!

    Sábias palavras!


Entre para responder
 

Parece que sua conexão com Fórum Portal do Trader caiu, por favor aguarde enquanto tentamos reconectar.