Tudo o que você precisa saber sobre suportes e resistências






  • Suportes são níveis de preços em que as compras feitas pelos participantes do mercado têm o poder de interromper, e talvez reverter, um movimento de queda. Resistências são níveis de preços em que as vendas feitas pelos participantes do mercado têm o poder de interromper, e talvez reverter, um movimento de alta.


    Traçamos uma linha horizontal para definirmos as linhas de suporte e resistência. Na verdade, trata-se de zonas de suporte e resistência. Para definirmos essas regiões, é necessário, ao menos, que esse padrão tenha se repetido mais de uma vez. Essas zonas de suporte e resistência se formam devido à memória do mercado em relação ao passado recente das negociações. Os investidores, ao lembrar de que, no passado, os preços retornaram àquele patamar, julgam que os preços estão convidativos novamente e se tornam mais compradores, no caso dos suportes. No caso das resistências, os investidores passam a julgar que os preços voltaram a níveis anteriores, em que o mercado os julgou altos, e assim iniciam as vendas de suas posições.


    Você pode observar na figura a seguir que suporte é o nível de preços que a ação parou de cair e voltou a subir (setas azuis). Já a resistência é o nível de preços que se estabeleceu como uma barreira para a alta dos preços (setas vermelhas).







    Inversão de Papéis

    No entanto, essas zonas de suporte e resistências não são intransponíveis. Em tendências fortes de alta, as resistências não configuram barreiras para o avanço dos preços, assim como, em tendências de baixa, os suportes tampouco conseguem interromper as quedas. Quando ocorre a inversão dos papéis entre suportes e resistências, chamamos de Princípio da bipolaridade. Basicamente, topos são zonas de resistência e fundos são zonas de suporte. Porém, ao ocorrer um rompimento de uma resistência, esse ponto rompido pode se tornar uma zona de suporte no futuro. O mesmo ocorre no sentido oposto. Uma zona de suporte que foi rompida para baixo pode se tornar uma nova resistência em um movimento contrário dos preços. Esse movimento de retorno recebe o nome de pullback. Veja no exemplo abaixo esta inversão de papéis.






    Por que suportes e resistências são importantes?


    A análise de suporte e de resistência é uma parte fundamental para o trader, pois ajuda a achar pontos mais seguros para comprar e vender os ativos. Os stops podem ser posicionados abaixo destes patamares, em caso de compra ou acima deles, em caso de venda. Uma outra estratégia importante é a de operar rompimentos, que podem significar inversões da tendência de baixa para alta ou de alta para baixa. Ao enxergar um notável nível de resistência sendo testado diversas vezes, mas que em possibilidade alguma é quebrado, ele pode decidir só comprar o ativo quando houver o efetivo rompimento. Será um sinal de que a ação teve uma melhora na expectativa de valorização.


Entre para responder
 

Parece que sua conexão com Fórum Portal do Trader caiu, por favor aguarde enquanto tentamos reconectar.