Traders Profissionais: Como encarar a profissão de Trader?


  • admin

    Trader profissional, como ser um trader?

    Diariamente recebo e-mail de pessoas que desejam viver de trading, mas não sabem por onde começar ou como reverter sua situação perdedora. Eu adoraria dar uma resposta simples, mas estamos falando de uma das profissões mais complexas do mundo, por isso resolvi escrever um artigo sobre o assunto.

    Quando digo que esta é uma das profissões mais complexas do mundo, não estou exagerando. Não digo que é uma profissão complexa para me gabar e gritar meus feitos. Digo isto porque conheço pessoas de todas as áreas possíveis (até pessoas sem formação) que largaram suas profissões originais para se tornarem traders, além daquelas que já começaram a sua vida profissional no trading. Poucas área no mundo concentram tamanha diversidade de mentes. Além disso, o trading varia muito conforme o mercado, país, horário, contexto macro, política, e tipo do trader (se é institucional, autônomo, de tesouraria, de asset, etc). Por isso, esta leitura pode ser mais longa do que você encontra habitualmente no mundo trader, mas prometo fazer valer cada palavra!

    O mercado financeiro é altamente complexo, e esta complexidade evidencia o quão fantástico ele pode ser. Mas estamos falando de um ambiente altamente competitivo, portanto, quem deseja entrar neste jogo precisa estar mentalmente preparado para agir no campo da alta performance, como um atleta de elite. Você pode cursar engenharia, administração, direito, medicina ou qualquer outra atividade e encontrar um bom lugar no mercado de trabalho sendo um profissional mediano, mas no trading, o mediano é eliminado a duras perdas, operação após operação. E novamente não estou exagerando.

    Talvez você já tenha ouvido falar que o desempenho dos traders pode ser expressado numa curva normal, mas se você não está familiarizado com estatística podemos simplificar dizendo que: 5% dos traders, desistem antes mesmo de tentar, seja por falta de conhecimento ou insegurança; 90% dos traders são inconsistentes, ou seja, ganham num dia, perdem no outro, e na melhor das hipóteses empatam com a renda fixa. Muitos deste amplo grupo possuem bom conhecimento técnico, mas faltam “alguns pequenos ajustes”, principalmente de mindset, que irei comentar mais adiante; apenas os 5% da ponta final desta curva são traders consistentes e por isso são denominados Trader Nível Três, ou simplesmente TNT. Portanto, torno a dizer: quem deseja entrar neste jogo precisa estar mentalmente preparado para agir em alta performance . Terá que alinhar seu estilo de vida e a forma como vê as coisas, como encara riscos e oportunidades, e como lida com cenários desfavoráveis.

    Trader de Alta performance!

    Se você, que estava esperando colocar seu dinheiro na bolsa e ganhar muito em pouco tempo, achou que a afirmação acima é um balde de água fria, considere isto um favor, pois acabo de te poupar um bom dinheiro. Por favor, não me interprete como arrogante, pois estou apenas apresentando alguns pontos importantes para que você não perca dinheiro no mercado desnecessariamente. Por outro lado, também não precisa jogar tudo para o alto e desistir de investir o seu dinheiro com qualidade (ninguém merece ter seu próprio patrimônio malcuidado!), pois é possível render melhor do que a poupança, que os CDBs medíocres oferecidos pelos bancos e outros investimentos “furados” – através de bons produtos de renda fixa e sem correr riscos. Entenda que um trader eficiente não é necessariamente a pessoa que executa centenas de operações por dia, mas sim, cuida do seu patrimônio com os recursos que estiverem ao seu alcance.

    Levei algum tempo para compreender que o trading vai muito além de dominar uma boa técnica, mesmo tendo bons mentores no meu início de mercado. O caminho não é trivial e justamente por isso faço questão de compartilhar a minha visão com você. Me ensinaram desde cedo que não viverei o suficiente para cometer todos os erros do mundo e aprender com o erro dos outros sai mais barato. Então, a seguir resumirei alguns dos meus maiores enganos que cometi durante meus primeiros passos, para que você não precise levar os tombos que eu levei.

    No início, e por um bom tempo, a minha busca por consistência nos resultados se resumia na seguinte afirmação: “eu só preciso de uma boa técnica para obter resultados no mercado”. Ledo engano! Cada vez que descobria uma nova técnica e pensava “agora sim, encontrei o caminho das pedras”, bastava algumas operações (às vezes algumas semanas) para ver que aquela técnica, sozinha, não ia resolver os meus problemas. Mesmo “fazendo alguns ajustes para refinar a técnica”, o Santo Graal nunca era alcançado. Perdi as contas das vezes que pensei que ia ficar rico e me frustrei em seguida. Foi assim com as penny stocks na NASDAQ, quando teve a onda de IPOs na Bovespa em 2008, quando descobri as travas com opções de diferentes vencimentos, etc. Mas, apesar dos insucessos, eu era incansável! Fui atrás de especialistas, sentei ao lado de traders consistentes, embora não conseguisse “copiar” seus modelos vencedores, e assim fui construindo o meu caminho.

    Claro que na época eu ainda não me dava conta de que meu mindset estava errado, mas felizmente a minha atitude foi produtiva, pois através desta busca incessante eu fui naturalmente conhecendo muitas táticas, tipos de operação e mercados, de tal forma que meu repertório de conhecimento técnico foi aumentando. Mais importante do que isto, neste processo fui conhecendo pessoas, principalmente através de cursos. Sem isto eu jamais teria condições de desenvolver minhas próprias estratégias, pois estas dependem diretamente das experiências que passei, cursos que fiz, livros que li e conversas que tive com outros traders.

    Aí, num belo dia, caiu a ficha: um cozinheiro que dispõe de uma ampla gama de ingredientes terá mais condições de executar pratos mais elaborados, e da mesma forma, um trader que conhecer múltiplas técnicas, entender o funcionamento de diferentes tipos de mercado e operações, terá melhores condições de se adaptar às mudanças de dinâmica do mercado. Ficou muito claro que o trader que se fecha para uma técnica só, vai ficar perdido quando o mercado mudar sua dinâmica e a técnica dele não funcionar mais – às vezes volta a dar resultados, mas demora, e às vezes simplesmente nunca mais volta a funcionar. Neste mundo não é permitido permanecer passivo, na esperança de que o mercado se adapte a você, e na verdade acontece o contrário, ou seja, somos nós que estamos constantemente buscando nos adaptar às mudanças de comportamento do mercado.

    Um trader precisa de diversas estratégias e ferramentas

    Com cerca de 2 anos de trading eu já havia operado com ótima consistência os papéis da NASDAQ e NYSE e me vi obrigado a mudar o foco de atuação, porque não estava mais conseguindo performar. Hoje vejo claramente que foi uma decisão muito acertada quando decidi mudar o mercado de atuação assim que os bons resultados deixaram de aparecer. Isto me forçou a conhecer melhor o mercado brasileiro e sua infinidade de possibilidades: contratos futuros, agrícolas, operações a termo, papéis ON e PN (lá fora não tem essa distinção), gestão de carteiras e teoria de Markowitz, opções, operações estruturadas, sem falar nas novas técnicas de análise e ferramentas. Foi nesta época que comecei a aprender análise técnica, incluindo a parte baseada em correlação, e também tive contato com outras ferramentas do mercado como a cobiçada plataforma da Bloomberg (que ainda hoje custa uns US$2.000 por mês). Meu repertório de técnicas aumentou consideravelmente, contudo, mesmo dominando muitas táticas um trader ainda não vai, necessariamente, criar uma boa estratégia. E que fique claro, técnica e estratégia são coisas diferentes.

    Imagine que eu proponha um desafio para 10 pessoas: cruzar o Brasil de Porto Alegre até Manaus e quem chegar primeiro, ganha R$10.000,00. É possível utilizar diversas técnicas como ir a pé, de bicicleta, com carro próprio, de carona, de ônibus, de avião, de barco, etc. Mas leve em consideração que cada concorrente será deixado no ponto de partida com apenas R$200,00 no bolso. Para vencer, é necessário desenvolver uma estratégia, em que, além da combinação de técnicas, outros cenários são levados em consideração, como orçamento disponível, como obter mais recursos, velocidade de deslocamento e custo dos transportes. Enquanto uma pessoa pode pensar em cruzar o país pegando carona com caminhoneiros, outra pode decidir comprar doces e vender em algum semáforo movimentado até conseguir dinheiro para comprar a passagem de avião. Portanto a estratégia varia de uma pessoa para outra.

    No trading é ainda mais complexo, pois além das táticas, a estratégia precisa levar em consideração tópicos individuais como a situação patrimonial, disponibilidade de tempo, paciência, impulsividade, disciplina, tolerância a perdas, objetivos de vida predisposição para estudar, eficiência em aprender, etc. Por isso, estratégia é algo que não se copia e mesmo quando sentei do lado de outro trader, não consegui operar como ele. Sempre haverá a componente pessoal que contribui para moldar o que chamo de DNA operacional. O repertório de técnicas não deixa de ser extremamente relevante, mas é importante deixar claro que outras componentes são igualmente essenciais. Quem entende este ponto e se concentra em desenvolver seu próprio jeito de operar, utilizando características próprias a seu favor, terá melhores chances de se adaptar à complexidade do mercado.

    Um excelente exemplo disso foi um trader chamado William Delbert Gann, hoje conhecido pelos “Ciclos de Gann” e considerado um dos traders mais bem-sucedidos da história. Ele foi um operador de commodities que desenvolveu um jeito próprio de analisar o mercado, baseado em ciclos temporais e fazendo uso de astrologia, que era algo com o que ele se identificava. Não quero entrar no mérito da veracidade de suas conquistas, nem na validade de seu método, mas o fato dele atuar no mercado levando em consideração seus aspectos pessoais, em vez de copiar outros trader, certamente contribuiu para que ele desenvolvesse um estilo único. O mercado é tão complexo que nele é possível inúmeros indivíduos expressarem suas particularidades e ainda obterem sucesso, mesmo trilhando caminhos diferentes. A diferença entre meu estilo e dos meus colegas do Portal do Trader é uma evidência clara disso. Aliás, eu diria que o mercado “premia” quem leva em consideração suas próprias particularidades na hora de compor a sua própria estratégia.

    Particularidades de um trader, Ciclos de Gann e Astrologia

    No entanto, nem todo mundo está preparado para atuar num ambiente tão “livre” assim e por isso tenta a todo custo terceirizar esta responsabilidade, numa tentativa frustrada de clonar estratégias. Pura perda de tempo. Nestes mais de 10 anos de experiência, nunca conheci um trader que se deu bem no longo prazo somente seguindo dicas dos outros. Compartilhar e receber pontos de vista é extremamente importante, mas é preciso ter um senso crítico próprio para julgar e executar as operações que precisam ser feitas.

    Portanto, se você está começando no mercado, trate de aprender as principais técnicas e só depois que formar esta base, procure se especializar nas técnicas que mais se identificou. Não tente se especializar logo de cara, pois isto não funciona em nenhuma profissão. Médicos, engenheiros, administradores, veterinários, entre outros profissionais, buscam primeiro uma graduação para depois se especializarem em alguma área específica, não o contrário. Ninguém constrói um prédio a partir do topo, mas sim a partir da base. E isto leva tempo, mas se comparado com uma profissão comum – em que se cursa uma faculdade ao longo de 5 anos, depois ainda gasta mais uns 2 anos em especializações – a profissão trader até que promete resultados rápidos. Mas rápido não quer dizer instantâneo. Costumo dizer que “um trader leva cerca de 2 anos para se tornar bom da noite para o dia”.

    Muita gente se engana diariamente comprando um método milagroso, pensando que aquilo vai trazer resultados logo de cara. E quem vende este tipo de ilusão sabe muito bem que a indústria do resultado imediato é extremamente lucrativa, por isso o mercado está cheio de cursos que mais parecem aqueles métodos de emagrecimento rápido. Mas não me entenda mal, eu acredito que é necessário sim fazer cursos (mais de um!), ler livros e conhecer outras pessoas no mesmo caminho, só que no início é importante focar na abrangência, para só depois se especializar. É tudo fruto de um processo. Faz sentido, certo?

    Até 2014 eu costumava dar coachings individuais, mas percebi que apenas aqueles que tinham um perfil condizente com o meu tiravam bons proveitos dos ensinamentos. Me dei conta que a minha visão, mesmo com tudo o que já tinha juntado de bagagem, ainda era restrita se comparada com as inúmeras possibilidades do mercado. A única forma de melhorar o meu curso era me unir a outros especialistas, que complementassem o meu estilo operacional e apresentassem outros pontos de vista. Foi esta percepção que me motivou a fundar, junto de outros especialistas, o Portal do Trader, um ambiente em que eu poderia aumentar o meu networking e em que, através de múltiplas abordagens, promovesse o desenvolvimento de um amplo repertório de técnicas para os frequentantes. E entenda que técnicas vão muito além de métodos de análise de mercado. Elas ainda incluem: aspectos referentes à psicologia do trader e toda a parte comportamental, basicamente para moldar atitude e comportamento; gestão de risco que, além dos diversos tipos de stops, inclui a parte de alocação patrimonial; ciência da alta performance, porque o trader não pode se dar o luxo de ser “ok”, ele precisa estar acima da média; e principalmente planejamento, também chamado de Trading Plan.

    Um bom trader, tem um bom plano.

    É no planejamento onde se encontra a estratégia detalhada. Ele é como se fosse o passo a passo do trader rumo ao sucesso (ou pelo menos não rumo ao fracasso, já que nele constam os limites aceitáveis caso o plano não dê certo) e uma forma dele se manter consistente ao longo do tempo. Isto tudo parece complexo, mas posso dizer é que mais trabalhoso do que complexo. Por isso, é preciso gostar deste mercado, assim os estudos não se tornam uma tarefa árdua. E sim, é preciso estudar bastante, sempre! Se este não é seu perfil, trate de mudar, ou você será só mais uma sardinha desorientada no meio dos tubarões. Eu compro cursos, livros, mantenho um networking e contrato coachings até hoje, pois esta me parece ser a melhor forma de me manter uma sardinha melhor precavida contra tubarões.

    A esta altura acredito que ficou claro que se você quer embarcar na profissão trader, vai ter que investir (literalmente!). E não tem como escapar da necessidade de dinheiro, pois este é o nosso combustível. Um trader sem dinheiro é como um chefe de cozinha sem ingredientes. Ele não é capaz de produzir nada. Não estou dizendo que precisa de uma pequena fortuna para começar, mas é preciso algum capital, ainda que seu objetivo seja operar com o dinheiro dos outros. Aliás, eu mesmo fui um exemplo disso.

    Comecei minha carreira numa mesa proprietária, basicamente uma empresa que disponibiliza seu capital para traders selecionados operarem e dividirem o lucro. Mas até ser admitido nela eu tive que passar por alguns testes, operando no mercado real. E ainda que eu não estivesse colocando o meu dinheiro nas operações, eu precisava ter capital para me manter e pagar as minhas contas básicas no período em que estava tentando bater a meta de contratação. Também precisava de capital para investir em cursos, ou seja, investir em mim mesmo. Por isso, quando comecei esta jornada, tinha um pequeno pé de meia (R$20 mil reais que guardei com os estágios, monitorias e iniciação científica ao longo da minha graduação). Isso é mais ou menos como a vida de um concurseiro ou vestibulando, que deixa de trabalhar em qualquer outra atividade e passa a se dedicar full time ao principal objetivo: ser aprovado no processo seletivo.

    Como dá para perceber, esta jornada não foi fácil para mim. Comecei sem muito dinheiro, como muitos começam (e sem “paitrocínio”), tive altos e baixos, mas fui persistente e dedicado. Além disso, entendi a tempo, antes de quebrar, o mindset básico de um trader que nada mais é do que encarar esta atividade como um constante processo de aprendizado, um laboratório, em que: 1. Criamos ou reformulamos uma hipótese; 2. Testamos/aplicamos ela; e 3. avaliamos os resultados e voltamos ao início do ciclo. Esta é uma metodologia simples para promover melhoria contínua, mas uma vez que entendemos a sua lógica, passamos a aplicar não só no mercado, mas em todas as outras áreas de nossas vidas, como relacionamento, saúde, alimentação, lazer, etc. A partir disso começamos a agir e pensar voltados para a arte da alta performance. Quando cheguei neste ponto, me dei conta de que o trading não é uma simples atividade, mas um estilo de vida. Ele te ensina a ser eficiente em múltiplos campos, simplesmente porque a lógica da vida é tão complexa quanto a do mercado.

    Eu ainda poderia me estender muito mais, mas acredito que já tenha ficado claro que, se você quer seguir a profissão trader, vai ter que adequar a sua visão, além de ralar muito. Não existe atalho, por isso, quem ganha dinheiro neste mercado, independentemente do quanto seja, merece cada centavo! E como diria Jesse Livermore, um dos maiores traders de todos os tempos, “este mercado é fantástico, mas não é para aventureiros. Estes irão todos morrer pobres!”.

    Se você gostou do artigo, não esqueça de deixar seu like, ele nos ajuda a saber que tipo de conteúdo devemos continuar produzindo.

    Boas reflexões e a gente se vê no mercado!

    Traders Profissionais: Aprenda como ser um trader!



  • admin

    Ah, e só para complementar, muito do que eu falei acima será abordado na Maratona TNT - evento gratuito e ao vivo que fazemos semestralmente no Portal do Trader, com a participação de vários especialistas: https://portaldotrader.com.br/maratona-tnt



  • Aí Caio segui uma dica de leitura do Wagner Caetano que aqui reiteras, o Livermore (Reminiscences of a Stock Operator). O Wagner disse não ter encontrado o livro, fui atrás e achei exemplares do original na Iberlibro, Livraria Online Européia superconfiável onde costumo comprar novos e usados com ótimos preços e excelente estado. Passo dois links aos interessados. Valeu!

    http://www.iberlibro.com/servlet/SearchResults?ds=20&kn=Jesse+Livermore&sortby=17
    http://www.iberlibro.com/servlet/SearchResults?an=Edwin+Lefevre&sts=t

    E parabéns pelo artigo!


  • admin

    @Trader3255 valeu pela indicação! Tirei a frase deste livro mesmo, logo no começo...



  • Ótimo artigo! Uma lição de vida! Parabéns!




  • @Trader3255, também peguei essa dica de leitura com o Wagner Caetano, mas baixei em pdf mesmo, em português. Pense na pobreza! Kkkkkkkkkkk


  • TNT

    Parabéns Sasaki pelo excelente artigo! A profissão de trader é colocada segundo uma perspectiva realista, aumentando a motivação daqueles realmente dispostos a arcar com os ônus de se tornar um trader consistente.

    Ao mesmo tempo, desencoraja os que buscam atalhos para o enriquecimento rápido, motivados pela mesma ingenuidade dos que acreditam nos métodos de emagrecimento rápido.



  • Exxxcelente!



  • Valeu Caio, é por aí mesmo. Profissão fascinante e muito difícil. Quero um dia chegar apenas

    perto do que você e outros, como os Andrés da Scalper são.



  • Ótimo texto, pessoas que estão começando como eu precisam sempre de mensagens como esta que nos coloquem os pés no chão.



  • Ótimo post, achei bacana a parte que fala sobre "copiar" um trader de sucesso.

    Mandou bem.



  • Excelente artigo, essa leitura me motivou ainda mais a estudar e me tornar um Trader. Muito obrigado pelo artigo Sasaki.



  • Ótima reflexão Caio!!! Tenho aprendido muito contigo e com o pessoal do Portal, vlw! vqv! Murilo BSB



  • Muito bom...entrei no mercado no final de 2014 , fiz algumas operações .... tive mais perdas do que ganhos, não cheguei a perder muito... desde então tenho me dedicado a aprender . e posts como esse me monstram que estou no caminho certo. Valeu Caio.



  • @Sasaki Grande Sasaki, excelente abordagem ao tema!! Parabéns e obrigado!!



  • Brunodb: tive

    um prejuizo de 10% do meu capital. alguem pode me passar o email para eu

    enviar minha breve historia na bolsa afim de receber dicas de como

    posso melhorar, recuperar, etc...??

    brunocdb1@gmail.com



  • EXCELENTE MATÉRIA.



  • Parabens pelo artigo. Esclarecedor e muito incentivador pra mim. 1 ano de caminhada trader e sei que ainda estou no começo! Valeu Sasaki!



  • ...ótimo artigo....um grande abraço



  • Olá, gostaria de saber se podem me ajudar, comecei a fazer faculdade de gestão financeira e cada semestre terei que elaborar um artigo cientifico, gostaria de fazer sobre o mundo da bolsa e nesse primeiro, pensei em fazer sobre Profissão Trader, gostaria de saber se podem passar algum nome de livro para que possa ter uma base de literatura para colocar nas referencias bibliográficas, obrigado. 



Parece que sua conexão com Fórum Portal do Trader caiu, por favor aguarde enquanto tentamos reconectar.