Trava de Baixa em BVMF3 (20/07/2016) encerrada com lucro em 04/08/2016



  • Queda de mais de 4% nos preços da ação interrompe sequência de altas e abre boas chances de apostar numa correção dos preços. Tal condição técnica me deixou à vontade para ser um pouco mais ousado em montar uma trava de baixa bem mais próxima do dinheiro. Vamos à operação:

    - Preço de BVMF3 no momento da montagem: R$19,44
    - Venda de BVMFH49 (strike R$19,42) por R$0,67
    - Compra de BVMFH21 (strike R$20,92) por R$0,22
    - spread recebido: R$0,45
    - prejuízo máximo: R$1,05
    - rendimento bruto da operação em caso de sucesso: 42,86%
    - Break Even: R$19,87
    - lastro da operação (na montagem): 2,21%

    Hipóteses no dia do vencimento:

    - BVMF3 abaixo de R$19,42 - ambas posições viram pó e apuramos o valor recebido na montagem como lucro.
    - BVMF3 entre R$19,42 e R$19,86 - seremos exercidos na posição vendida e obrigados a vender BVMF3 por R$19,42. Como não temos a ação, recorremos ao mercado. O pequeno lucro é apurado na seguinte conta: (19,42 - preço de compra) + 0,45. Exemplo: BVMF3 a R$19,70 -> (19,42 - 19,70) + 0,45 = R$0,17.
    - BVMF3 a R$19,87 - é a cotação onde a operação fica no zero a zero. Seremos exercidos e venderemos a ação por R$19,42. Compramos a ação a mercado por R$19,87 ficando com um prejuízo de R$0,45 que é anulado pelo valor já recebido na montagem da trava.
    - BVMF3 entre R$19,88 e R$20,92 - seremos exercidos e venderemos a ação por R$19,42. Como não temos a ação, recorremos ao mercado e o prejuízo é apurado usando-se a mesma conta acima. Exemplo: BVMF3 a R$20,75 -> (19,42 - 20,75) + 0,45 = -R$0,88.
    - BVMF3 acima de R$20,92 - região de prejuízo máximo. Seremos exercidos e exerceremos nossa posição, apurando um prejuízo máximo de R$1,50 que é atenuado pelos R$0,45 já recebidos na montagem.

    A opção pela trava mais ATM não se deve só aos fatores técnicos, mas à eficiência de VE. Uma trava mais OTM estava pagando um spread muito baixo, o que não compensaria o risco. Com risco controlado e dentro da gestão, optamos por uma trava mais arriscada. Um lastro de apenas 2,2% deixa nossa operação muito sensível a pequenas altas da ação, mas a ideia é carregar a operação o máximo possível, especialmente se a perda máxima já está computada.

    Esse tipo de escolha só é possível no mercado de opções e optamos por um risco maior e por chances menores de acerto na operação em troca de uma rentabilidade maior.







  • BVMF3 encerrou o pregão na mesma cotação de ontem e, mesmo assim, as opções envolvidas na trava já sofrem com a passagem do tempo. O que foi comprado por R$0,22 fechou a R$0,21 e o que foi vendido a R$0,67 fechou a R$0,66 mantendo o spread em R$0,45. Isso deve se manter dessa forma, pois ambas têm theta muito próximos. Vamos acompanhar



  • Pelo segundo dia consecutivo, BVMF3 fecha o pregão a R$19,35. Tecnicamente falando, a ação mostra grande força e parece configurar um suporte nessa região de preços. Claro que uma queda mais acentuada favoreceria muito nossa posição, pois aumentaria o lastro e derreteria VE com mais rapidez. Mas, para sairmos vitoriosos na operação, basta que o preço fique abaixo de R$19,42 fazendo com que tudo vire pó.

    Mesmo com os preços andando de lado, o que foi vendido por R$0,67 fechou a R$0,61 e o que foi comprado por R$0,22 fechou a R$0,15. O spread vendido por R$0,45 subiu ligeiramente a R$0,46 o que é normal devido ao fato de termos uma posição bem ATM e outra ligeiramente OTM.

    Aguardemos o próximo pregão.

    Ótimo fim de semana a todos



  • Com queda de 0,57% nos preços, BVMF3 fechou cotada a R$19,20. Mesmo não sendo uma queda significativa - durante o dia a ação chegou a ser negociada a R$18,96 - o spread vendido por R$0,45 fechou hoje a R$0,34.

    Seguimos em frente



  • Nova queda modesta do papel - 0,63% - fechando a R$19,08 e nosso spread subiu ligeiramente para R$0,35. Tudo normal, por enquanto.



  • Com uma queda bem mais consistente do preço da ação (1,1% fechando a R$18,87), as opções OTM perdem mais VE e o spread vendido a R$0,45 fechou hoje a R$0,28. Lembrando que para a trava sair vencedora, basta que BVMF fique abaixo de R$19,42.



  • Alta de 1,75% (BVMF3 fechou a R$19,20) prejudicou um pouco o viés de venda da operação. Mesmo assim, o VE vendido a R$0,45 fechou ontem a R$0,38. Compras podem ganhar força no curtíssimo prazo e a vantagem da trava é não precisar estopar, uma vez que a perda já está limitada.

    Seguindo em frente



  • A queda de 0,57% nos preços da ação favoreceu nossa operação no que toca a volta do lastro perdido com a alta de ontem. Como ambas as opções envolvidas na trava estão OTM, é normal que a perda de VE fique menos acentuada e ocorra de forma quase linear. Com isso, o VE vendido continua em R$0,38. A lateralização do preço da ação favorece a trava, uma vez que só precisamos que o preço fique abaixo de R$19,42 no vencimento. Temos a passagem do tempo a nosso favor.

    Bom fim de semana a todos



  • A queda mais acentuada de hoje (1,68% fechando a R$18,77) fez com que houvesse um considerável aumento do lastro, agora em 3,46%. Dessa forma, o VE vendido despencou para R$0,17 - 67% do movimento desejado, ou seja, dos R$0,42 pretendidos, o VE já derreteu R$0,28!!!

    A continuação do movimento de correção pode fazer com que nossa operação atinja o alvo ainda essa semana.

    Vamos em frente



  • E BVMF segue apanhando do mercado. Hoje, fechou a R$18,27 com uma queda de 2,66% e só favoreceu ainda mais nossa trava de baixa, agora com um lastro de 6,29%. O spread entre as opções envolvidas na trava fechou a R$0,12. Com isso, dos R$0,42 pretendidos, o VE já derreteu R$0,33 ou seja, 78,6% do alvo desejado. Mais uma escorregada dessas amanhã e eu encerro a operação, como forma de evitar devolver o lucro de uma operação vencedora. Uma alta repentina do preço da ação pode estragar tudo.

    Vamos em frente!



  • Por pouco, meus temores não se concretizam. BVMF3 passou a maior parte do pregão em alta e quase pôs a perder parte do lucro já conquistado na operação. No fim do dia, tentei zerar a operação, mas fui pego pelo leilão e as ordens não foram executadas. Menos mal que a ação entregou praticamente toda a alta do dia e fechou com ligeira queda de 0,38% a R$18,20. Tecnicamente falando, R$18,00 é região de suporte - resistência testada e rompida - além de ter o peso da cotação "redonda" (R$18,00). O spread fechou a R$0,09 e amanhã pretendo encerrar a operação e colocar o lucro no bolso.




  • Não teve jeito. Mercado ganhou força compradora e o movimento de correção dos preços de BVMF3 parece ter chegado ao fim. Encerrei a operação recomprando o spread por R$0,16. Como o alvo era um spread de R$0,03 o lucro ficou de 70% dos R$0,42 pretendidos (R$0,29). Não era o que eu queria, mas mercado é isso. O importante é que o lucro está no bolso!

    #partiuFazerOutraEstrutura


Entre para responder
 


O Portal do Trader não se responsabiliza pelas informações e opiniões veiculadas neste fórum, sendo elas de autoria individual de cada participante. Vale ainda ressaltar que investimentos em mercado de renda variável possuem riscos, ganhos passados não garantem ganhos futuros, e a decisão final e responsabilidade sobre cada operação é de cada investidor, devendo ser tomada individualmente.
© 2018 Portal do Trader. Todos os direitos reservados.

Parece que sua conexão com Fórum Portal do Trader caiu, por favor aguarde enquanto tentamos reconectar.