Operação de Taxa (OT) em BBAS3



  • Compra de BBAS3 a R$13,58

    Venda de BBASC42 (strike R$12,66) por R$1,35

    Lastro: 9,94%

    VE: R$0,43. Eficiência do VE: 3,17%

    Objetivo: VE = R$0,05 (abaixo disso, o VE não é mais eficiente e corre-se o risco de ser estopado sem necessidade)

    Tempo para o vencimento: 20 pregões

    Ganho na operação: 3,52%

    Perda máxima na operação: R$1,35 por ação. A perda só acontece se o preço da ação cair abaixo de R$12,23 (break even = preço de compra - prêmio recebido). Nesse caso, deve-se vender as ações e recomprar as opções, devolvendo parte (ou tudo) que recebeu. O valor da perda tende a diminuir com a passagem do tempo, mas devemos sempre levar em consideração o pior dos cenários.



  • TNT

    Excelente operação de taxa. Murilo: no momento da montagem da operação, você olha o delta da opção?


    Abs,

    Petrokas

    @MuriloBarquette disse:

    xima na operação: R$1,35 por ação. A perda só acontece se o preço da ação cair abaixo de R$12,23 (break even = preço de compra - prêmio recebido). Nesse caso, deve-se vender as ações e recomprar as opções, devolvendo parte (ou tudo) que recebeu. O valor da perda tende a diminuir com a passagem do tempo, mas devemos sempre levar em consideração o pior dos cenários.


  • @PEtrokas


    olho o delta da opção apenas como um dado complementar... não confio muito no modelo de Black&Scholes por conta das diversas distorções.

    Dou ênfase ao lastro, tempo e eficiência de VE.

    Obrigado pelo comentário, Petrokas.

    Abraço



  • @MuriloBarquette,


    Bom Dia, estou começando a pouco tempo; onde e como faço para verificar o lastro e eficiência de VE?


    Obrigado



  • @Juliano-Belo

    O lastro é a distância entre a cotação da ação e o ponto onde tenho que desmontar a operação, evitando prejuízos maiores.

    No nosso caso, eu comprei BBAS3 por R$13,58 e vendi BBASC42 por R$1,35. Logo, meu preço de compra da ação cai para R$12,23. Se o preço da ação cair abaixo disso, eu tenho que desmontar a operação, assumindo um pequeno prejuízo. No dia da montagem, faço a seguinte conta: 13,58-12,23 = 1,35 x 100 = 135/13,58 = 9,94%. Esse era o meu lastro no momento da montagem, ou seja, a operação aguentava uma queda de 9,94% no preço da ação, antes que eu tivesse que desmontá-la. Nesse exato momento (às 11:59 do dia 25/02), BBAS3 está cotada a R$13,07 então, o lastro é de 6,43%.

    Para a eficiência do VE não há uma fórmula mágica, mas gosto de montar a operação com um VE equivalente a 2,5% do preço da ação, no mínimo. No momento da montagem, o VE da opção era encontrado da seguinte forma:

    R$13,58 (preço de compra das ações)
    R$12,66 (preço de exercício da opção)
    R$0,92 (valor intrínseco da opção = preço de compra - preço de exercício)
    R$0,43 (valor extrínseco da opção = prêmio - valor intrínseco)
    0,43/13,58 = 0,0317 ou 3,17% logo, um bom VE para montarmos a operação.

    O VE perde eficiência num ponto onde não vale mais a pena ficar na operação e eu gosto de usar 0,5% do preço da ação como limite para desmontar a operação. No momento da montagem, o ponto de desmanche era de R$0,07. Nesse momento, o ponto de desmanche está em R$0,06.

    Então, a operação tem 3 stops:

    1) Perda de eficiência do VE, ou seja, quando o VE atingir R$0,07. Nesse momento, o VE está em R$0,41
    2) Preço da ação abaixo de R$12,23
    3) Tempo: operação será desmontada na 5ª feira que antecede o vencimento da opção (série C vence dia 21/03)

    Se nenhum dos 3 acontecer, vamos para o exercício e serei obrigado a vender as ações por R$12,66 auferindo um lucro de R$0,43 ou 3,52%. Repare que o lucro máximo equivale exatamente ao VE no momento da montagem. Uma vez que o tempo passa e a tendência é o derretimento do VE, não tem sentido manter a operação aberta depois que o ganho pelo derretimento acontece.








  • Claríssima sua esplicação MuriloBarquette. Obrigado...



  • Operação encerrada.

    Fui exercido e vendi BBAS3 por R$12,58. O preço de exercício foi alterado devido ao fato de a ação ter ficado ex-dividendo (R$0,08).

    Resumo da operação:

    Compra de 400 BBAS3 a R$13,58
    Venda de 400 BBASC42 (strike ajustado - R$12,58) a R$1,53
    Corretagem: R$29,80
    Emolumentos: R$2,59
    Total pago: R$4.924,39

    Exercício: venda de 400 BBAS3 a R$12,58
    Corretagem: 50,37
    Emolumentos: R$1,74
    Líquido recebido: R$4.979,89
    Dividendos a receber: R$32,00
    Total a receber: R$5.011,89
    I.R. R$8,32
    Total Líquido: R$5.003,57
    Lucro Líquido: R$79,17
    Taxa líquida: 1,61% em 15 dias


Entre para responder
 


O Portal do Trader não se responsabiliza pelas informações e opiniões veiculadas neste fórum, sendo elas de autoria individual de cada participante. Vale ainda ressaltar que investimentos em mercado de renda variável possuem riscos, ganhos passados não garantem ganhos futuros, e a decisão final e responsabilidade sobre cada operação é de cada investidor, devendo ser tomada individualmente.
© 2018 Portal do Trader. Todos os direitos reservados.

Parece que sua conexão com Fórum Portal do Trader caiu, por favor aguarde enquanto tentamos reconectar.