Análise Técnica do dia!



  • A ata da reunião do FOMC apoiou o dólar americano. Embora o índice CPI tenha diminuído, o crescimento do CPI Core permaneceu inalterado, o dólar está ligeiramente subindo.

    Pontos-chave das atas do Fed: perspectivas econômicas se fortaleceram nos últimos meses; a inflação anual deve subir nos próximos meses; espera-se um aumento significativo do crescimento da política fiscal nos próximos anos. Ao mesmo tempo, as tensões das guerras comerciais também foram levadas em consideração. Segundo o Fed, a retaliação de outros países é um risco negativo para a economia dos EUA. Além disso, os dados de inflação positivos por si só não sinalizam a mudança do caminho de subida das taxas projectadas.

    No entanto, os comerciantes avaliaram o minuto como hawkish e o dólar subiu.

    A situação em torno dos ataques aéreos na Síria está piorando. Em primeiro lugar, Trump disse que os EUA estão preparando um ataque de mísseis contra a Síria, depois ele deu chances para uma solução pacífica do conflito. Mas os comentários do Reino Unido sobre a possibilidade do ataque já na noite de quinta-feira fizeram o mundo estremecer. Quem é o próximo?
    Quarta-feira foi um dia positivo para o petróleo. Brent e WTI estavam subindo com base nas notícias negativas sobre o conflito sírio. Não é surpresa que o petróleo aumente em meio a conflitos no Oriente Próximo. WTI atingiu o nível de $ 67,42, Brent $ 73,09. Mas ambos os benchmarks estão caindo hoje. Os dados de estoques de petróleo de ontem pareciam ser maiores do que o esperado (3,3 milhões vs -0,6 milhões).
    WTI está negociando perto de $ 66,70, Brent está abaixo de $ 72.

    Nota: a previsão geral do petróleo aumentou. O Barclays aumentou suas previsões de preço do Brent em 2018, 2019: US $ 63 em 2018, US $ 60 em 2019 contra a previsão anterior de US $ 60 em 2018, US $ 57 em 2019. A previsão do Brent no segundo trimestre aumentou para US $ 68 em relação a US $ 62.

    O par EUR / USD não conseguiu quebrar o ponto de pivotamento em 1.2369 que sinalizaria o movimento ascendente. O par se virou e agora está se movendo para baixo. O suporte está em 1.2342.

    As tensões se fortaleceram, mas o par USD / JPY está subindo. Havia duas razões para o crescimento: a valorização do dólar americano e comentários sobre a flexibilização quantitativa futura do governador do BOJ, Sr. Kuroda. Mas o aumento não é grande, o par está abaixo de 106,85. Para subir, os touros precisam quebrar acima do nível de 107. A resistência seguinte estará em 107.35. No entanto, a escalada de novos conflitos pode levar ao iene
    apreciação.



  • Fundo duplo na PETR4?



  • Este post está deletado!


  • A vale3 tá f*da o índice subindo e ela num treco que parece consolidação pra mais alta depois, já vi acontecer igual em 2017:



  • Desde que atingiu pela primeira vez a região de sobrecompra, em 09/01/2018, vale ainda valorizou cerca de 30%. Desde a primeira semana de junho, quando deixou para trás pela  ultima vez a região de sobrecompra, perdeu valor rapidamente e não voltou a subir, consolidando e dando sinais de que finalmente poderá iniciar uma perna de baixa. Para tanto, deverá perder a linha dos R$47,00 (abrindo e fechando abaixo) para que tenha plena confiança em operar no DT a venda de suas opções (VALEh507 e VALEH557). Creio que este movimento depende apenas do fim da correção no IBOV que ao meu ver está próxima. 



  • A análise de hoje é no grafico bitcoin

    BTC superou a resistência em 6750, rompendo com um candle de força perdurando 3 dias no topo, fazendo cerca e 90% da projeção do H&S . Nos últimos três dias temos candles de incerteza que demonstram a perda de força compradora, e a provável realização no intradiário, logo, prevejo uma correção até pelo menos ao primeiro suporte (não está no gráfico) em meados de US$7000, é uma confluência entre o fundo de 29/05 e 38% fibonacci do swing que rompeu. Um fundo neste nível projeta pela expansão fibonacci valores em US$8600 e na melhor das ocasiões US$9500 (prazo maior), já pensou? 


    Na pior das hipóteses de correção testaremos a neckline do OCO' novamente em US$6800, isso projetaria uma onda de impulso até US$8000~8200 pela fibonacci. Um pivot de compra deve formar nesse nível de fundo da correção e aí sim, investidores devem entrar pesado. 

    Na hipótese de perder o suporte da neckline temos uma invalidação do Ombro Cabeça Ombro, o que indica retomada da baixa e um novo periodo de perda e valor do Bitcoin. 

    Sigoaguardado o sinal do preço. Paciência para uma entrada ótima (talvez perfeita). 
    Abraços! 

    Veja o gráfico dinâmico



  • Apenas atualizando potenciais correções no grafico bitcoin após nova máxima, abraços!



  • Opa. Já temos traçados uma LTB e uma LTA no ibov, correção máxima da onda em 76800. Segue o fluxo de baixa.



  • Temo um IBOV que não teve força para subir as nuvens e retomar a alta, agora performa queda e deve-se extener até a fibo expandida em 100%, meados de 72.8k.



  • correção no ibov incoming 😜



  • Na segunda-feira (01/out), a cotação do euro fechou em queda. Na Europa, o preço subiu até 1,1625; nos EUA, caiu para 1,1564. Não deu para entender bem o comportamento do mercado ontem. O euro se desvalorizou em relação ao dólar em um contexto de notícias positivas no tema do Brexit, do aumento da cotação do petróleo e de queda dos rendimentos dos títulos da dívida dos EUA a 10 anos (US10Y). Ver more https://alpari.com/en/trading/...

    A cotação do petróleo Brent subiu para US$ 85,30, dando suporte às moedas ligadas às commodities. O par dólar EUA/dólar canadense caiu até o nível de 1,2782. A moeda canadense se valorizou, enquanto o euro se desvalorizou. Isso ocorreu em meio à queda dos rendimentos do US10Y.

    Além do petróleo, outro fator que produziu um suporte relevante para a moeda canadense foi a decisão do Canadá de entrar no acordo tripartite de livre comércio USMCA (United States-Mexico-Canada Agreement).

    O relatório de setembro do ISM frustrou as expectativas do mercado. O indicador ficou abaixo da projeção e do resultado anterior. Durante a divulgação do PMI pela ISM, a valorização do dólar se desacelerou, mas a moeda acabou retomando a força.

    Fonte: "EURUSD: cotação do euro retomou queda"



  • USIM5 rompeu LTA e sumpreendeu abertura com gap gigante, todo o mercado brasileiro fazendo uma ótima campanha pré eleição, será que sustenta?



  • Complicado encerrar operação, USD BRL ta com viés altista mas a incerteza politica é grande....



  • Estamos fechando um movimento de fim de Rally no Ibovespa? Não sei, não temos confirmações por enquanto, mas podemos esperar baixas para até o fim do ano. Entenda: 

    Estamos fechando essa semana com um engolfo de baixa, anunciando a queda para os próximos movimentos. Observe que o engolfo não sinaliza reversão de tendência (que é de alta ) mas sim um potencial correção do movimento de alta. Tracei duas LTAs' uma de longo prazo e outra de curto prazo onde ambas testadas continua o movimento de alta, todavia a linha cinza intensifica o movimento caso respeitada. Caso a linha vermelha seja rompida teremos uma reversão de tendência confirmada. 

    Um padrão preocupante é esse topo duplo na resistência de 87.5k. Topos duplos remetem a reversão de tendência, esse sim é um padrão que caso respeitado projeta o preço abaixo de 60000 pontos. Nota-se que o suporte (neckline do TD) está em 70k (quase 71k), a perda desse suporte confirma reversão de tendência pelo padrão de topo duplo e nessa altura do campeonato a linha vermelha já foi rompida também. 

    Buenas, são especulações, ta lançada a sorte, abraço!



  • Por hora não há o que temer no IBOV, é um movimento do semanal, há que se esperar que seja violento.

    Hoje encostou em um ponto em que se esperar iniciar a puxada de alta do semanal, se isso se confirmar, espera-se meses de alta, porém é ainda natural movimentos de devolução no diário até dois dias após o exercício de opções, e então o diário estará livre para se movimentar.

    IBOV até 81500 é muito natural. 78600 é que ele não poderá perder, para isso já terá montado um PIVO de Baixa no diário e ainda assim tentará segura-lo., mas ai envolve diversas outras questões que ainda não estão presentes. Em duas semanas as coisas ficarão mais claras.

    No momento a única coisa que se pode pensar do  mensal é que eles está dizendo: "Desça aqui, pois e fica melhor para eu comprar."

    O mais correto é aguardar a segunda quinzena.



    É possível uma devolução absurda no próximo ano 2019 porém ainda é fantasioso pensar nisso.

    O fato é que o MACD no semanal já está golfinhado, ainda não há o que temer, e pode-se imaginar que será apenas um passeio rápido, pois o mensal e o anual não estão de acordo com isso, então talvez, e caso isso ocorra, será por encostar em um ponto simbólico importante, os 100.000 pontos.



  • Da metade de 2017 para cá tivemos um momento de recuperação muito boa para a VALE3 do contrario da USIM5, onde de 2012 a 2017 perdeu muito valor. Fortíssima e respeitada tendencia de alta levou o preço do papel a valorizar mais de 380% desde o inicio da tendência. 

    Hoje o papel está sendo negociado a 55 reais, testando a LTA' e num ponto de demanda (suporte). Atenção redobrada para esse delicado momento, a perda desse suporte consequentemente da LTA' pode ser a quebra de 30 meses de tendência. 

    Uma correção pode ser bem' vinda junto com a realização dos luros de grandes players. Para fins de correção, suportes em 47, 40 e 36 são subsequentes mais prováveis, daí, dependendo da economia e comportamento do preço vale a pena pensar em reentrada. 

    No caso da alta superar a resistência em 62 é a meta, rompendo isso o preço deve continuar subindo até um novo cenário parecido beirando a perda da LTA' 



  • Bom dia pessoal! 

    Ao projetar Índice Dólar para 2019 consigo ver grandes probabilidades de queda correlacionada com a desaceleração econômica dos Estados Unidos da America. 

    Primeiramente acho importante ressaltar a retração fibonacci da grande pernada de baixa em 2017 até fevereiro de 2018, onde a partir da ferramenta podemos verificar a retração de 61% da fib. em 97,9 pontos. Aqui há uma resistência dos níveis de negociação antigos desde 2015 a resistência de 97,6 que é importantíssima e agora trabalha confluente com a fibonacci. Nesse ponto de vista, a onda de 2018 foi apenas a correção do grande movimento de baixa. 

    Como pode-se ver no gráfico, também há um padrão triangular de Rising Edge, representando o afunilamento do preço e a tendência baixista iminente. Por esse padrão, conseguimos definir um resultado provável para 2019, 89,4 pontos omo expansão fibonacci. A partir disso, também é bom atentar para 92,2 como forte suporte durante a caminhada. 



    Um forte abraço e boas festas!



  • Ibovespa concluiu topo histórico em 98500 pontos e agora inicia breve correção. A tendência é claramente de alta pela nuvem e podemos traçar um canal de alta para acompanhar os pondes de interesse comprador de maneira dinâmica. 

    Pela retração fibonacci temos dois pontos de interesse comprador e o mais relevante é na popular 38% aos 93000 pontos. Podemos considerar de maneira otimista que o movimento chegue a buscar 89,6k no suporte, onde com certeza o interesse comprador é massivo. 

    No CCI o preço esta seguindo sua retração saudável também. Podemos esperar pelo toque nos -100 confluentes com a fibonacci e esperar um padrão de candle nessa região de energia vendedora, caso o indicador chegue a -200 deve-se esperar a retração otimista mas com muito cuidado, -200 é um ponto de forte tendência vendedora.

    Sigo apenas assistindo esperando a oportunidade. 

    Bons negócios



  • O que poderiamos esperar no Ibovespa? Na minha última psotagem eu esperava correção em 93k, mas ela não ocorreu.

    Agora o Índice segue em ensaiando alta podendo tocar novamente o topo do canal. Eu esperaria um rompimento no topo histórico antes de uma compra.

    Ainda assim acho arriscado para compra pois estou projetando um rising wedge, projeção baixista para um teste no fundo do canal.

    Seguimos observando



  • Hoje trago análise da SPX500 empresas estadunidenses, onde a tendência é forte de alta e estamos em um momento de teste histórico novamente. No brasil temos um Ibovespa forte e por correlação, também sobe junto com o Índice Americano.

    Tecnicamente, estamos em uma tendência de alta forte pela nuvem e pelo price action, com energia compradora forte e por incrível que pareça, baixa volatilidade (vem bomba por aí). Podemos olhar o VIX e verificar que a tendencia é de diminuir a volatilidade.

    No SPX, Temos o suporte de 2815 pontos retestada a muito pouco, o que é um sinal de alta para minha estratégia, e as resistências que serão o os empecilhos para alcançar mais uma vez o topo histórico. 2870 < 2908 < 2935 respectivamente são os pontos fortes. Acredito na alta.

    Muita atenção e cautela ao romper as resistências. Negocie com inteligência.


Entre para responder
 


O Portal do Trader não se responsabiliza pelas informações e opiniões veiculadas neste fórum, sendo elas de autoria individual de cada participante. Vale ainda ressaltar que investimentos em mercado de renda variável possuem riscos, ganhos passados não garantem ganhos futuros, e a decisão final e responsabilidade sobre cada operação é de cada investidor, devendo ser tomada individualmente.
© 2018 Portal do Trader. Todos os direitos reservados.

Parece que sua conexão com Fórum Portal do Trader caiu, por favor aguarde enquanto tentamos reconectar.