Resumo de opções sobre ações



  • Resumo de opções sobre ações

    Opção = Direito.

    Opção de compra (CALL) = Direito de Compra.

    Opção de venda (PUT) = Direito de Venda.

    Exercer = comprador da opção lança mão de seu direito.

    Ser exercido = vendedor da opção é obrigado a realizar o negócio.

    Opção Europeia = só pode ser exercida no dia do vencimento.

    Opção Americana = pode ser exercida a qualquer momento.

    Strike da Opção = valor pelo qual a ação será negociada.

    Prêmio da Opção = valor pelo qual vendedores e compradores negociam as opções no pregão.

    ITM = abreviatura de In-The-Money (Dentro do Dinheiro).

    ATM = abreviatura de At-The-Money (No Dinheiro).

    OTM = abreviatura de Out-of-The-Money (Fora do Dinheiro).

    Opção ITM = CALL com strike inferior ao preço da ação, ou PUT com strike superior ao preço da ação.

    Opção OTM = CALL com strike superior ao preço da ação, ou PUT com strike inferior ao preço da ação

    Opção ATM = CALL ou PUT com strike igual ou muito próximo ao preço da ação.

    Valor Intrínseco (VI) = porção do prêmio “dentro do dinheiro”. Valor de ajuste entre o strike da opção e o preço da ação. Somente prêmios das opções ITM têm Valor Intrínseco. Exemplo:

    Preço da ação: R$20,00. Strike da Opção: R$19,00. Prêmio da opção: R$1,26 (valor fictício). VI = R$1,00 (R$20,00 – R$19,00).

    Valor Extrínseco (VE) = Valor de Expectativa arbitrado pelo vendedor pelo risco de “ser exercido”. É a porção do prêmio “fora do dinheiro”. No exemplo acima, temos Valor Intrínseco R$1, mas a opção é negociada a R$1,26. A diferença (R$0,26) é o VE. Quanto maior o VE, maior a expectativa (incerteza de exercício). Opções ATM têm VE elevadíssimo, uma vez que, devido às variações de preço da ação, passam de ITM a OTM (e vice-versa) a todo o momento. São as opções com VE máximo e são as que têm maior incerteza. O VE tende a diminuir em opções mais ITM e mais OTM. Quanto mais ITM, maior será a certeza de exercício. Quanto mais OTM, maior será a certeza de “não exercício”. Quanto maior a certeza, menor expectativa. Logo, menor VE. O prêmio das opções OTM são VE puro.

    Código = composto de 4 letras representando o ativo subjacente + 1 letra representando o mês de vencimento (de A a F para as CALL e de M a X para as PUT) + um número que pode, ou não) fazer alusão ao strike da opção. Exemplo:

    VALEK14 -> ação: VALE5; Vencimento: novembro (K); Tipo: CALL; Strike: R$13,62;

    VALEW14 -> ação: VALE5; Vencimento: novembro (W); Tipo: PUT; Strike: R$13,62;

    Se, no dia do vencimento:

    - Preço da ação superior a R$13,62 – VALEK14 dá exercício, ou seja, o comprador da opção tem o direito de comprar VALE5 por R$13,62 não importando o preço no mercado à vista. O lançador da opção (o vendedor) será obrigado a vender. VALEW14 não dá exercício, pois seu comprador não tem qualquer vantagem em vender ações por R$13,62 estando o preço mais alto no mercado à vista. Nesse caso, o comprador perde todo o dinheiro gasto para comprar as opções, ao passo que o vendedor fica com o prêmio recebido;

    - Preço da ação inferior a R$13,62 – VALEK14 não dá exercício, ou seja, não vale mais nada. Não há qualquer vantagem para o comprador exercer seu direito e comprar ações a R$13,62 estando o preço da ação abaixo desse valor e, por esse motivo, o comprador perde o dinheiro pago para comprar as opções. Nesse caso, o vendedor fica com o prêmio recebido. VALEW14 dá exercício e o comprador tem o direito de vender VALE5 por R$13,62. O lançador (vendedor) é obrigado a comprar por esse valor, mesmo que o preço da ação esteja abaixo no mercado à vista;

    - Preço da ação igual a R$13,62 – situação pouco provável de acontecer, mas quando acontece, normalmente tanto VALEK14 quanto VALEW14 dão exercício. Essa decisão fica a cargo do comprador.

    Para maiores informações sobre códigos, strikes e datas de vencimento, consulte o site da BOVESPA em http://www.bmfbovespa.com.br/opcoes/opcoes.aspx?Idioma=pt-br


  • TNT

    Excelente explicação!



  • @PEtrokas

    beleza, amigo. Obrigado!



  • Muito bom!!!!



  • @Nandaa

    obrigado. Por favor, sinta-se à vontade para corrigir erros e acrescentar o que achar pertinente. Estamos aqui para aprendermos juntos!!!



  • Quando faço uma venda coberta, e o titular não executa o direito as ações voltam para minha carteira direto? se não o que acontece e o que tenho que fazer? qual o caminho a percorrer?



  • @Trader11111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111

    Obrigado por sua confiança!

    Se você faz uma venda coberta e o titular não exerce seu direito, nada acontece. As ações não voltam para sua carteira porque elas nem saem. O que acontece muitas vezes é a corretora bloquear as ações envolvidas na venda coberta de modo a impedir que você as venda e, com isso, fique vendido a descoberto, assumindo um risco ilimitado. Se, no dia do vencimento, a ação subjacente estiver sendo negociada ABAIXO do strike da CALL vendida, você não será exercido e ficará com o prêmio recebido ao vender as opções. Caso contrário, muitas corretoras adotam o sistema de "exercício automático", ou seja, todas as opções, sejam CALLs ou PUTs, têm exercício automático, sem precisar requisição do titular.



Entre para responder
 

Parece que sua conexão com Fórum Portal do Trader caiu, por favor aguarde enquanto tentamos reconectar.