Resumo de opções sobre ações



  • Resumo de opções sobre ações

    Opção = Direito.

    Opção de compra (CALL) = Direito de Compra.

    Opção de venda (PUT) = Direito de Venda.

    Exercer = comprador da opção lança mão de seu direito.

    Ser exercido = vendedor da opção é obrigado a realizar o negócio.

    Opção Europeia = só pode ser exercida no dia do vencimento.

    Opção Americana = pode ser exercida a qualquer momento.

    Strike da Opção = valor pelo qual a ação será negociada.

    Prêmio da Opção = valor pelo qual vendedores e compradores negociam as opções no pregão.

    ITM = abreviatura de In-The-Money (Dentro do Dinheiro).

    ATM = abreviatura de At-The-Money (No Dinheiro).

    OTM = abreviatura de Out-of-The-Money (Fora do Dinheiro).

    Opção ITM = CALL com strike inferior ao preço da ação, ou PUT com strike superior ao preço da ação.

    Opção OTM = CALL com strike superior ao preço da ação, ou PUT com strike inferior ao preço da ação

    Opção ATM = CALL ou PUT com strike igual ou muito próximo ao preço da ação.

    Valor Intrínseco (VI) = porção do prêmio “dentro do dinheiro”. Valor de ajuste entre o strike da opção e o preço da ação. Somente prêmios das opções ITM têm Valor Intrínseco. Exemplo:

    Preço da ação: R$20,00. Strike da Opção: R$19,00. Prêmio da opção: R$1,26 (valor fictício). VI = R$1,00 (R$20,00 – R$19,00).

    Valor Extrínseco (VE) = Valor de Expectativa arbitrado pelo vendedor pelo risco de “ser exercido”. É a porção do prêmio “fora do dinheiro”. No exemplo acima, temos Valor Intrínseco R$1, mas a opção é negociada a R$1,26. A diferença (R$0,26) é o VE. Quanto maior o VE, maior a expectativa (incerteza de exercício). Opções ATM têm VE elevadíssimo, uma vez que, devido às variações de preço da ação, passam de ITM a OTM (e vice-versa) a todo o momento. São as opções com VE máximo e são as que têm maior incerteza. O VE tende a diminuir em opções mais ITM e mais OTM. Quanto mais ITM, maior será a certeza de exercício. Quanto mais OTM, maior será a certeza de “não exercício”. Quanto maior a certeza, menor expectativa. Logo, menor VE. O prêmio das opções OTM são VE puro.

    Código = composto de 4 letras representando o ativo subjacente + 1 letra representando o mês de vencimento (de A a F para as CALL e de M a X para as PUT) + um número que pode, ou não) fazer alusão ao strike da opção. Exemplo:

    VALEK14 -> ação: VALE5; Vencimento: novembro (K); Tipo: CALL; Strike: R$13,62;

    VALEW14 -> ação: VALE5; Vencimento: novembro (W); Tipo: PUT; Strike: R$13,62;

    Se, no dia do vencimento:

    - Preço da ação superior a R$13,62 – VALEK14 dá exercício, ou seja, o comprador da opção tem o direito de comprar VALE5 por R$13,62 não importando o preço no mercado à vista. O lançador da opção (o vendedor) será obrigado a vender. VALEW14 não dá exercício, pois seu comprador não tem qualquer vantagem em vender ações por R$13,62 estando o preço mais alto no mercado à vista. Nesse caso, o comprador perde todo o dinheiro gasto para comprar as opções, ao passo que o vendedor fica com o prêmio recebido;

    - Preço da ação inferior a R$13,62 – VALEK14 não dá exercício, ou seja, não vale mais nada. Não há qualquer vantagem para o comprador exercer seu direito e comprar ações a R$13,62 estando o preço da ação abaixo desse valor e, por esse motivo, o comprador perde o dinheiro pago para comprar as opções. Nesse caso, o vendedor fica com o prêmio recebido. VALEW14 dá exercício e o comprador tem o direito de vender VALE5 por R$13,62. O lançador (vendedor) é obrigado a comprar por esse valor, mesmo que o preço da ação esteja abaixo no mercado à vista;

    - Preço da ação igual a R$13,62 – situação pouco provável de acontecer, mas quando acontece, normalmente tanto VALEK14 quanto VALEW14 dão exercício. Essa decisão fica a cargo do comprador.

    Para maiores informações sobre códigos, strikes e datas de vencimento, consulte o site da BOVESPA em http://www.bmfbovespa.com.br/opcoes/opcoes.aspx?Idioma=pt-br


  • TNT

    Excelente explicação!



  • @PEtrokas

    beleza, amigo. Obrigado!



  • Muito bom!!!!



  • @Nandaa

    obrigado. Por favor, sinta-se à vontade para corrigir erros e acrescentar o que achar pertinente. Estamos aqui para aprendermos juntos!!!



  • Quando faço uma venda coberta, e o titular não executa o direito as ações voltam para minha carteira direto? se não o que acontece e o que tenho que fazer? qual o caminho a percorrer?



  • @Trader11111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111

    Obrigado por sua confiança!

    Se você faz uma venda coberta e o titular não exerce seu direito, nada acontece. As ações não voltam para sua carteira porque elas nem saem. O que acontece muitas vezes é a corretora bloquear as ações envolvidas na venda coberta de modo a impedir que você as venda e, com isso, fique vendido a descoberto, assumindo um risco ilimitado. Se, no dia do vencimento, a ação subjacente estiver sendo negociada ABAIXO do strike da CALL vendida, você não será exercido e ficará com o prêmio recebido ao vender as opções. Caso contrário, muitas corretoras adotam o sistema de "exercício automático", ou seja, todas as opções ITM, sejam CALLs ou PUTs, têm exercício automático, sem precisar requisição do titular.


Entre para responder
 


O Portal do Trader não se responsabiliza pelas informações e opiniões veiculadas neste fórum, sendo elas de autoria individual de cada participante. Vale ainda ressaltar que investimentos em mercado de renda variável possuem riscos, ganhos passados não garantem ganhos futuros, e a decisão final e responsabilidade sobre cada operação é de cada investidor, devendo ser tomada individualmente.
© 2018 Portal do Trader. Todos os direitos reservados.

Parece que sua conexão com Fórum Portal do Trader caiu, por favor aguarde enquanto tentamos reconectar.